Diário de Maria

O Encontro IV

julho 11, 2014Ricardo Santo


estranho invadiu o quarto de banho atrás da sensual Madalena sem proferir um único som, tinham-se esgotado as palavras após o inesperado e irrecusável convite. Encontrou um pequeno e desconcertante espaço, perdido no tempo tal como o restante apartamento. Do tecto pendia uma pequena lâmpada presa por um desgastado fio eléctrico, era a única iluminação presente na área. As paredes eram totalmente preenchidas por moisaicos de tons escuros oferecendo um ambiente sinistro ao recinto que começava a ser preenchido pelo vapor da água quente, libertado sob pressão da torneira. Madalena na sua frente aproveitou para deslizar uma mão pela água temperada, num pequeno gesto libertou-se da toalha branca que ficou perdida pelo chão, entrando lentamente na banheira cuja água já ocupava quase metade do volume. Inebriado pelo local, o estranho identificou que a banheira não tinha qualquer protecção oferecendo uma visão privilegiada para a luxuriosa mulher cujo ousado convite ainda o surpreendia. O seu cabelo castanho claro apanhado em rabo-de-cavalo revelava uns ombros esbeltos e elegantes, a ausência da toalha permitiu também observar pela primeira vez a enorme tatuagem que lhe percorria o lado direito das costas, um enorme dragão chinês que cuspia fogo de forma intensa pela boca, totalmente tatuado em tons de preto e vermelho, de cortar a respiração, simplesmente arrebatador. O estranho aproveitou para retirar o casaco e sentar no pequeno banco de madeira existente no local ficando a pouco mais de um metro da banheira, sítio perfeito para a sua condição de voyeur. Contemplou as sensuais curvas das nádegas e os contornos dos volumosos seios enquanto estes desapareciam debaixo de água, inevitavelmente os boxers que usava ficaram demasiado pequenos para conter o seu sexo já bem teso e latejante. A sua mente tinha a incrível propriedade de oferecer ao corpo tesão imediato.

Os olhares cruzaram-se pela primeira vez naquele reduzido espaço, muito cúmplices, ousados, deixando as mentes comunicarem entre si durante largos segundos por telepatia, num puro deleite mental. Madalena iniciou o seu banho passando água pelo pescoço, primeiro pelos ombros, depois pelos braços, molhando o rosto sobre o vapor de água que a consumia, sabendo perfeitamente que testava a resistência do seu visitante nocturno a cada minuto que passava, a inquietação estava à flor da pele, a corda estava a ser esticada ao máximo, até onde seria possível ele resistir? O estranho remexia-se irrequieto no poeirento banco estando visivelmente perturbado com o jogo que Madalena o levou a iniciar, habitualmente estava na pele do caçador e não da presa, encontrava-se fora da sua zona de conforto sem poder controlar o que o rodeava, sentia-se sem grandes capacidades de resposta para tamanha audácia, somente conseguia a custo cerrar os dentes. Madalena elevou ligeiramente o corpo sobre a água deixando o seu peito à mostra, massajou-os delicadamente entre as mãos passando-lhes água morna, os mamilos cresciam atrevidos através dos seus movimentos, tornando-se duros em poucos segundos, tesos de prazer. Com a ponta das unhas desferiu pequenos círculos nas auréolas no sentido dos ponteiros do relógio, num movimento bastante lento, fechando as pálpebras dos olhos enquanto se deliciava. Com os olhos bem fechados ousou apertar um dos mamilos entre o polegar e o indicador, torcendo-o ligeiramente, soltando agudos gemidos que ecoavam pelo pequeno espaço. O estranho observou a mão livre de Madalena a descer pelo ventre, entrando dentro de água rumo ao sexo submerso, na sua mente recebeu os flashes dos próximos acontecimentos, dedos a afastarem os inchados lábios, deslizando depois sobre o canal até à entrada da cona, pequenos círculos demorados em redor do clitóris já cheio de tesão, a penetração urgente e sôfrega, observou tudo nas expressões indescritíveis do rosto de Madalena, amando cada segundo... Madness


Continua...

You Might Also Like

2 comentários

  1. Madness mesmo, li cada palavra escrita e confesso que tens uma escrita tocante , até me arrepiei :)

    Aguardo ansiosamente a proxima parte ...

    Bj Complet*

    ResponderEliminar
  2. Girl With Tattoo

    Obrigado pelas palavras.
    Os arrepios fazem parte, tudo depende da forma como mergulhas nas palavras e te sentes na pele dos protagonistas...

    Um Beijo

    ResponderEliminar

Popular Posts

Tumblr

Contact